• Vista do Mirante do Morro São João
  • Estação da Cultura
  • Vista do Mirante do Morro São João
  • Museu Histórico Nice A. Schuler
  • Chafariz Parque Centenário
  • Parque Centenário
  • Cais do Porto
  • Cais do Porto

Editorias
Segunda-feira, 18 de Maio de 2020 15:15

18 de maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

18 maio 18 maio

O mês de maio nos lembra de que, infelizmente, ainda temos que combater um mal que atinge muitas crianças e adolescentes, bem como a seus familiares: o abuso e a exploração sexual. Esta é uma luta que se faz necessária e precisa contar com a participação de toda a sociedade, pois se hoje temos que combater este mal é porque precisamos intensificar a prevenção.

 

Instituído pela Lei Federal 9.970/00, o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, é celebrado todos os anos em 18 de maio, é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro.

 

Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune. A proposta anual da campanha, que nesse ano comemora o 20º ano de mobilização, é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

 

A violência sexual contra meninos e meninas ocorre tanto por meio do abuso sexual no ambiente doméstico (intrafamiliar) ou fora dele (extrafamiliar), ou ainda como exploração sexual. Crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, por estarem vulneráveis, podem se tornar mercadorias e assim serem utilizadas nas diversas formas de exploração sexual como: tráfico, pornografia, prostituição e exploração sexual no turismo.

 

É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual. Se você^ tiver suspeita ou conhecimento de alguma criança ou adolescente que esteja sofrendo violência, denuncie! Isso pode ajudar meninas e meninos que estejam em situação de risco.

 

Mesmo em meio à pandemia, o combate à violência sexual infanto-juvenil segue atuante em Montenegro. Caso perceba algum tipo de violência, denuncie!

 

Conselho Tutelar: 3649-8279 / 99707-9723
Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento: 3649-0000
Ministério Público: 3632-1677
Comitê de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil: 3649-1480
Disque 100

Prefeitura Municipal de Montenegro (RS)
CNPJ 90.895.905/0001-60
Rua João Pessoa, 1363 CEP 95780-000
Horário de atendimento: 08:00 - 12:00 e 13:30 - 16:30
Fone (51) 3649 8200 - Atualização do Site (51) 3649 8202